Open top menu
segunda-feira, 21 de maio de 2012

Para produzir Pele e Carne:

ovino, Brasil, pele, carne, ovinocultura

Ovino Santa Inês

Origem: Nordeste brasileiro, fruto do cruzamento das raças Bergamácia, Morada Nova e Crioulas

Características: Cores vermelha, marrom, preta, branca, malhada e chitada, deslanado, mocho, rústico, precoce,  macho peso 80 kg fêmeas peso 60 kg.          

Aptidão: Produtoras de carne e pele.

Aspectos reprodutivos: Fêmeas com boa habilidade materna, boa lactação, acasalam a qualquer época do ano (desde que estejam em boas condições nutricionais),  período de gestação 5 meses, intervalo entre partos de 8 meses, prolíferas apresentando parto de dois filhotes ou mais, peso médio ao nascimento 3,5 kg

Para produzir carne:

ovino, Brasil, ovinocultura, carne, corte, suffolk

Ovino Suffolk

Origem: Inglaterra, fruto do cruzamento das raças Norfolk e Southdow.

Características: Cor negra recoberto pela lã branca, cabeça e patas negras, mochos, boa adaptação a diversos climas e terrenos, precoce, macho 100 kg, fêmea 80kg . 

Aptidão: Carne.

Aspectos Reprodutivos: Fêmeas com boa habilidade materna, boa lactação, a maioria dos cios ocorrem na época do outono e inverno, período de gestação 5 meses, intervalo entre partos de 8 meses a um ano, prolíferas podem apresentar partos com dois filhotes ou mais, peso médio ao nascimento 4 a 5 kg.

Para produzir lã:

ovinocultura, ovino, lã,  Merino, Brasil

Ovino Merino Australiano

Origem: Espanha, fruto do cruzamento das raças Merino Espanhol 25% Merino de Vermont 40% Merino de Electoral e Negretti 30% e Merino Ramboullet 5%

Características: Cor branca, lanados, machos com chifres espiralados e fêmeas mochas, boa adaptação a altas temperaturas mas baixa tolerância a umidade, rústicos, longevos, machos 90 kg, fêmeas 50 kg.

Aptidão: Lã.

Aspectos reprodutivos: Boa habilidade materna, fêmeas prolíferas porém produzem cordeiros fracos ao nascimento, peso ao nascer 3,5kg.

Para produzir leite:

ovino, ovinocultura, leite, ovelha

Ovino Bergamácia

Origem: Itália proveniente de raças de ovinos sudaneses.

Características: Cor branca, lanados, mochos, dóceis, rústicos, fácil adaptação a várias condições climáticas, orelhas bem grandes e pendentes o que é próprio da raça, cascos negros, são altos 80 cm e robustos machos 120 kg fêmeas 75kg.

Aptidão: Leite

Aspectos reprodutivos: Fêmeas com boa habilidade materna e temperamento dócil, prolíferas apresentando sempre partos com dois ou mais filhotes, possuem um período de lactação prolongado durando 6 meses, produzindo 250kg de leite com 6% de gordura.

Para produzir pele:

ovino, ovinocultura, pele, ovelha, karakul

Ovino Karakul

Origem: Ásia Central, raça muito antiga existente a mais de mil anos praticamente isenta de miscigenação. 

Características: Pele de cor negra e a lã muda para diversos tipos de cores negra, cinza e branco acinzentado quando estão adultas, as fêmeas são mochas ou com chifres rudimentares, os machos possuem chifres curvos formando um espiral,  são extremamente rústicos podem ser criados até no deserto, suportam bem altas e baixas temperaturas porém são de temperamento difícil e costumam se dispersar. Armazenam gordura na base da cauda. Machos pesam de 80 a 100 kg e fêmeas pesam de 45 a 70 kg.

Aptidão: Pele

Aspectos reprodutivos: Fêmeas com boa habilidade materna e muito protetoras porém pouco prolíferas ocorre o nascimento de um cordeiro por parto sendo raro o nascimento de mais de um filhote, a pele do cordeiro recém nascido possui alto valor comercial e é conhecida como " Astracan "


Artigos relacionados:



0 comentários

Minha foto
Filha de Deus, veterinária e blogueira.